domingo, novembro 27, 2005

Venha chuva!... Que a "diversão" é garantida!

Cenário e condições do mesmo:
Sentido ascendente de uma via onde tinha havido um acidente e (mais uma vez) um poste tinha sido tombado, cortando por completo a possibilidade de transitar. E, claro está, chovia a potes!

A cena:
Chega um senhor bem vestido dentro de um (bom) carro à beira de um agente da autoridade que se encontrava a cortar o trânsito, abre o vidro cerca de 5 centímetros, e...
Agente: Boa Tarde... O sr. vai ter que voltar para trás.
Condutor: (muito incrédulo) Mas... não se pode passar? (estava a cerca de 15 metros do acidente, via bem o carro acidentado... o poste e ainda uma viatura dos bombeiros, ou seria um cego sem bengala?)
Agente: Não dá para passar houve um acidente e a estrada está cortada. (apontando para a amalgama de metal com o poste por cima, só no caso do sr. não ter reparado)
Condutor: (muito indignado) Que maçada! (extremamente indignado) Ainda a semana passada houve aqui um acidente! (pois porque agora os acidentes já se regem pelo calendário e é preciso marca-los com 6 meses de antecedência tipo consulta da caixa)
Agente: Sabe como é com a chuva...
Condutor: E não dá mesmo para passar? (qual foi a parte que não entendeu em "estrada c-o-r-t-a-d-a"?!)
Agente: Não, não dá. Se desse eu não estava aqui.
Condutor: Nem passando ao lado do acidente? (o poste está a C-O-R-T-A-R a estrada!!!)
Agente: Não, não dá! Terá que fazer inversão de marcha.
Condutor: Agora tenho que dar a volta? ("extremamente muito indignado") Que maçada!
Agente: Exactamente.
Condutor: Mas de certeza que não dá para passar? (defenitivamente era cego... e deixou a bengala na lavandaria para fazerem uma limpeza a seco)
Agente: (apontando novamente para o bloqueio da via) Não.
Condutor: (muito relutante começa a fazer a manobra) Agora por onde passo? Sempre que aqui passo é a mesma coisa! Blá...blá... blá!...
E lá arrancou a resmungar com o governo, o presidente da câmara, os agentes de autoridade, os bombeiros, e provavelmente até com deus!
O vidro do carro não abriu mais que 5 centímetros, o polícia estava à (muita) chuva, o condutor era estúpido (não sou médico, mas era com toda a certeza), o polícia... era santo (só um santo consegue aturar pessoas assim)!

1 Reparações:

Blogger Gambas pensou e disse...

Tens cara de policia tu... és um santo :)

P.S.->urjulbq

novembro 30, 2005 11:01 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home