quarta-feira, novembro 23, 2005

"Igreijices"!

Hoje de "madrugada" (por volta das 6h30) enquanto me preparava para ir trabalhar, liguei a televisão para saber às quantas andava o mundo, visto que não dá muito jeito andar a ler jornais, nem ver telejornais, enquanto estou no "escritório", e ouvi uma notícia de bradar aos céus.
A igreja, pelas palavras do papa Bento XVI, baniu qualquer indivíduo que fosse homossexual praticante de entrar para os "quadros" da igreja católica. Será possível que ouvi bem?!
Isto é uma afronta aos direitos das minorias, neste caso, a minoria que são os homossexuais. Sinceramente, parece-me bem! Quem vai para a escola dos sacerdotes tem que ser uma pessoa integra, correcta e de coração, mente e corpo puros... Espera lá! Mas isto quer dizer que se o tipo que vai para a escola dos papas, pode ter um cadastro extenso (assassinio e roubo) que não há problema. É admitido! Pode ser um bêbado incorrigível... é admitido! Pode ser drogado, viciado em jogo... pode até ter todos estes defeitos em conjunto, que será aceite. Pode ter relações com pessoas de sexo oposto, maiores ou menores de idade, que é recebido de braços abertos nos seminários de todo o mundo! Pode até descobrir a sua verdadeira tendência sexual depois de ser padre, e ser um padre homossexual, que não há problema. Não pode é ser homossexual antes de entrar para o seminário!
Mas, não havia uma coisa qualquer designada "celibato"? Um voto qualquer que implicava que os padres estão proibidos de prazeres carnais? Eu tinha ideia que sim... mas se calhar enganei-me. Eles não podem é ser homossexuais. Isto... é sem dúvida uma anedota!

Não tenho nada contra a religião mete-me é nojo certas coisas que a igreja faz, esta é uma delas!

2 Reparações:

Blogger sem cantigas pensou e disse...

"entrar para os quadros da igreja" é uma boa expressão! salário garantido! já experimentaste??

março 01, 2006 1:49 da tarde  
Blogger Spitfire pensou e disse...

Não... mas já estou moutro quadro... salário garantido ;)

março 01, 2006 11:01 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home